Keblinger

Keblinger

Um pouco sobre mim

"Observe a natureza ao seu redor, ela não se esforça para ser...
Simplesmente é. Seja você mesmo e confie!"

Nasci em: 6 de setembro de 1980, em Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil, onde moro até hoje.

Virginiana típica: sou muito perfeccionista, detalhista e exigente....

Busco: o melhor e dou o meu melhor para os outros. O melhor para mim é o equilíbrio (corpo, mente, alma), a sintonia com o universo, com nossa verdade, nossa essência. Se você está nesse caminho, tudo vem. A felicidade está dentro da gente, e o amor e o tudo... Não há o que buscar, há o que plantar para colher... E as sementes estão dentro de nós mesmos!

Não existe: para mim, não existe meio termo, meio amar, meio viver. É preciso ser completa, ser inteira. Até existe, mas em “meias pessoas”. Escrevo para tocar a outra metade, a metade adormecida de cada um. Pretensão? Não. Sentimento, vontade! Despertar para a vida, para a arte, para a magia, para o amor. Para a inteireza!

Preciso: de arte, beleza, liberdade – Diariamente!
Não fico um dia sem: criar. Escrevo, desenho, pinto, crio, recrio, decoro a casa, fotografo...

Gosto de: noites de luas cheias, silêncio da madrugada, borboletas, fadas, cheiro de terra molhada. De pôr-do-sol, crepúsculos mágicos, fogueiras, som de flauta, dias de chuva. Dança do ventre, dança cigana, flamenca....Música! De sentir o vento nos cabelos, a grama sob os pés, frio na barriga, calor no coração.

Amo: tulipas! Decoração! Fotografar! Escrever!

Comecei a escrever:

Sou filha do escritor Paulo Ricardo Salcides, falecido em 2001... acho que escrever já estava no sangue... Ele sempre me mostrava suas idéias e inspirações, lia para mim (com um sorriso no rosto, com orgulho, alegria de compartilhar...) perguntava o que eu achava... Me incentivou a ler, e o primeiro livro foi Cem Anos de Solidão - Gabriel Garcia Márquez... ♥

Mas só fui descobrir o gosto por escrever em 2000, quando comecei meus primeiros rabiscos... E não parei mais! Herdei dele esse "gene literário", o gosto pela leitura, a mente fértil e criativa e a tão sonhada busca pela liberdade...

Comecei a escrever como todo mundo começa, desabafando sobre eu mesma; sobre meus amores, dores, sonhos, devaneios e guardava tudo num caderno, no fundo da gaveta...
Fui "poeta de gaveta" (como muita gente fala e de onde muita gente nunca sai) até 2005, quando decidi "salvar na internet" meus escritos: - vai que o caderno amarelado um dia se desmancha ou se perde?

Procurei no google um site para colocar os poemas e o primeiro site que achei e acabei participando foi o Site de poesias . Passei todo o meu material do caderno para lá, um por dia, até que chegou um momento em que eu já havia passado tudo.
O que vou postar amanhã? Pensei eu... Vou ter que criar algo!!!!

Foi assim que eu comecei a escrever ou, a realmente criar, a perceber de uma forma poética e criativa o que se passava ao meu redor e no meu interior também, mas de uma forma mais madura e universal.

Em agosto de 2005 criei meu blog "Fadas e Poesias", duas coisas que gosto muito. Precisava de um espaço só meu, com a minha cara.

Em janeiro de 2006, fui convidada pelo blog "Olhos de Fadas" para participar de um concurso para blogs "encantados, mágicos", com temática de fantasia. De 50 blogs inscritos, o Fadas e Poesias tirou o primeiro lugar. E em julho, numa segunda edição do concurso, fui escolhida novamente.



*Nessa época não havia tantos blogs e páginas de fadas como hoje... Acho que depois desse concurso as fadinhas começaram a se manifestar...

Estes concursos serviram para que meu trabalho fosse conhecido e espalhado pela internet, pois muitas pessoas, a maioria mulheres, passaram a utilizar minhas poesias em seus blogs, sites, em redes sociais e a repassar elas por e-mail. Muitas se inspiraram e criaram seus blogs também... Passaram a escrever e me mandar seus escritos, a buscar mais as fadas e o mundo espiritual e da fantasia.


"Quando criamos e compartilhamos algo com espontaneidade e verdade, com alegria e vida, e com isso tocamos as pessoas, estamos no caminho certo; no caminho da nossa verdade, nossa essência e missão. Nós não criamos só para nós mesmos, mas para o mundo.O conhecimento e o bem, ambos não foram feitos para serem guardados, e sim passados a adiante."

Publicações - Criações...


* Em agosto de 2005 criei o Blog Fadas e Poesias.
* Publiquei também em alguns sites para escritores como: "Site de poesias", "Recanto das Letras", "Garganta da Serpente", "Poetas Del Mundo" e "Blocos Online"...

* Em 
março de 2006 fui convidada pela Andross Editora a participar de uma antologia poética com vários autores. Publiquei então, minha primeira poesia, "Mais uma Vez" no livro Mosaico- Antologia Poética e, em julho desse mesmo ano, publiquei "Sutilmente Te Digo" na coletânea Caleidoscópio (da mesma editora).
  



* Em julho de 2006 me aventurei a escrever prosas... criei o blog Lunátika.




* Em setembro de 2007, lancei meu primeiro livro solo: O Vôo da Borboleta - Nas Fases Da Lua, pela CBJE (Câmara Brasileira de Jovens Escritores – RJ), com minhas melhores poesias.

"Um vôo poético pelas diferentes faces da alma feminina em sintonia com as fases da lua."


* Em outubro de 2007, participei da VI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco - apresentando meu livro O Vôo da Borboleta, no Café Literário.




* Em novembro de 2007, participei da 53ª Feira do Livro de Porto Alegre, autografando o livro O Vôo da Borboleta - Nas Fases Da Lua.




* Em novembro de 2007 o Site Fadas e Poesias foi criado, reunindo todo material de meus blogs em um lugar só!

Ano de 2008 - Trabalhando em casa, escrevendo e criando... Este ano me dediquei à divulgação e vendas do meu livro e o Cd pelo site. Criei a lojinha virtual com meus artesanatos mágicos, regatas com mantras... Participei de feiras... Me dediquei a criação de peças em mdf.





Setembro de 2008 - me formei em webdesign e passei a fazer Sites e blogs, vídeos e arte digital.



2009: Arte, arte e mais arte. Escrevendo, criando, pintando.... Planejando o futuro... e todos os detalhes do meu casamento... Mudei a cara do site Fadas e Poesias...




2010: Meus 30 anos e o Ano do meu Casamento e minha casa nova!!! 


2011: Trabalhando com meu marido na empresa dele, amando muito, decorando a casa nova, recebendo amigos, cuidando das plantas, aprendendo receitas novas, escrevendo e atualizando minhas páginas nas horas vagas... VIVENDO!


2012: Fotógrafa (site em breve).
Consegui unir as coisas que amo:  ♥ webdesign + poesia + fotografia 

Inspiração:

Cada um escreve o que vai na sua alma, como vê a vida e sente as coisas...
Eu exponho o que há de melhor em mim. Escrevo o que minha alma grita (isso pode ser bom ou ruim)... Mas ela não grita só por mim! São muitas mulheres, vivências, amores, dores, sonhos, desejos. São sentimentos universais...

“Sou um ser contido no mundo e contenho o mundo dentro de mim."

Escrevo muito sobre deusas, fadas, bruxas, ciganas... Todos os arquétipos femininos. Gosto do universo da magia, da beleza e encantamento... Do sutil, do místico, do verdadeiro.
Fadas e borboletas: criaturinhas leves, livres e belas que estão sempre presentes na minha vida, alegrando, inspirando e trazendo muitas coisas boas.

Inspiração? Minha felicidade me inspira. Meu amor, minha fé, minha vida.


Obrigada pelo carinho, 
 

Copyright © 2005-2013 Carolina salcides. All Rights Reserved. Todos os Direitos Reservados.